Regras

Talvez a parte mais chata da vida, talvez! Uma parte trabalhosa e obrigatória, ser chato, seguir as regras, ser o separatista ativista do caos cacofônico das solicitações ilícitas das necessidades explicitas, ser correto. Sobremesa após[…]

Continue a ler …

E se ela não precisar de você?

Culturalmente levados a achar que elas sempre dependerão de nós. Poderosos, provedores, não entendemos a mais ilusória razão para a solidão masculina, subestimar a mulher. Engenheiras, médicas, doutorandas e maravilhas esculpidas nos mais comuns meios[…]

Continue a ler …

Ignorar

Não é exatamente o que você faz, é? Ignorando o incomodo das mensagens contadas entre os contatos que você criou. Intolerante, errante egoísta faz lista das coisas que não te agradam. Patéticos diplomatas sem coragem[…]

Continue a ler …

Para quando você conseguir

Tomara que faça muito sentido para você depois do fim! Então agora você se orgulha, se deslumbra, transcende, de algumas coisas se arrepende não é?! Por muitas subidas você desceu e concedeu a si mesmo[…]

Continue a ler …

Redundância

Convictos de que persistir seja a essência da conquistas, não nos damos conta que talvez ideias tolas repetidas não as tornem necessariamente ideias geniais. Nós, todos congestionados de ideais que criamos baseados em fracassos alheios[…]

Continue a ler …

Um elegante samurai

Dias de hoje. A quase mil anos eles existiram e resistiram a indômita negligencia ética de um mundo de guerras e desigualdade, nada muito diferente dos dias de hoje. Sempre esperando a morte de todas[…]

Continue a ler …

Assuntos complicados

Duvido que você escape de responder gago sobre três defeitos que cometa. Duvido que responder seja algo simplesmente simples para mais de três perguntas sobre sua gagueira. Tão bons em falar de nada. Tão capazes[…]

Continue a ler …

Diálogo pessoal

Eu, seria eu interessante a mim mesmo para uma conversa demorada tipo as que temos quando a única coisa que temos é uma conversa? Talvez não para uma amizade, mas para um papo profundo sobre[…]

Continue a ler …

Quando todo dia era bom

Eram dias memoráveis, lembranças agradáveis de se viver, dias de bons motivos para tudo! Quando todo dia era bom, eu não tinha grandes coisas a serem feitas, decisões a serem eleitas, dependências de minhas conclusões.[…]

Continue a ler …

Você se acostuma

A tudo, a verdade é essa. Acostumamos a acordar assustados por estar sempre atrasados. Acostumamos a nos arrumar correndo por estarmos sempre sem tempo para engolir o pão que nem a manteiga teve jeito de[…]

Continue a ler …

Âmago

Você, e só, e simples assim! O que não se conta, não se vê, não se mostra. A dor que não se sente em publico. Os sons que não se faz para ninguém. O âmago,[…]

Continue a ler …

Aonde a vida é bela?

Aonde? Se for para lembrar, que seja no fundo do cheiro do cabelo dela. Se for para regalia, que seja no abraço quente da segurança de um beijo que só ela dá. Se for para[…]

Continue a ler …

Coragem para falar de amor

Não é nada rasgado, enfeitado ou poetizado como os textos de Camões, não! Falo de pontadas no fundo do ego, de soldas que seguram as dores, de rumores que formam historias de sucesso. Falo de[…]

Continue a ler …

Varais de tecido fino

Nós, todos sem exceção, esticados frágeis como plumas e tecidos de seda branca. Todos! Vivos em dilemas, esquemas montados em apertos financeiros, proezas oficializadas em postagens de redes sociais. Viagens aos infinitos sonhos de morar[…]

Continue a ler …

Isso também vai passar

Uma simples e real conclusão! Aprende-se com a vida que tudo dura um tempo, tudo tem começo, meio e fim. Sim, você sabe! Entende-se também que essa verdade é você quem faz, sim você quem[…]

Continue a ler …

Sentimentalistas

O que é a saudade? O que é a falta que faz? O que podem ser os vazios cheios de sozinhos nossos? Mínimos, pequenitos mostrando que somos indestrutivelmente frágeis ao saber que somos só nós.[…]

Continue a ler …