Aos 31 eu comprei uma planta

151126130740_planta_624x351_thinstock_nocredit

Nada de mais, é apenas uma planta.
Na verdade não, eu aprendi o valor da hora certa com ela. Demorei um certo tempo pra entender que uma planta precisa de luz e você pode achar o texto ridículo mas junte os pontinhos, pode não ser apenas uma planta.

Chega um momento na vida que o barulho incomenda, o frio faz bem e sua mãe tinha razão. Falando da minha mãe, ela foi quem me falo da planta, eu deveria ter uma planta e ela estar bem mostraria muita coisa sobre o como eu levo a minha vida.
Nos primeiros dias ela estava bonita, vistosa e eu não sabia muito bem como lidar. Coloquei água e marquei o dia, vi se existia alguma coisa anormal e esperei que se mantivesse assim. Ao longo dos dias, folhas murcharam eu percebi que faltava sol e um vaso maior, talvez de barro. Melhorei a qualidade do adubo e nada mudava ou melhorava a vista do que era antes, brotos estranhos apareceram e no horto o jardineiro dizia ser normal, eu aceitei, dei mais atenção, ansiei e todo dia a colocava a vista do sol e esperava. Ao longo dos repetidos métodos vi que ela tinha mudado e eu acompanhei, vi as curvas se fazerem nos galhos e os porquês de cada cor das folhas.
Aos 31 eu comprei um planta e talvez tenha sido a hora certa de ouvir minha mãe.

Comente

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *