A sacanagem

amqraaux

 

Deveria eu ter um tato maior para falar o que de maior nos é voraz?

Socialmente exilados nos mais profundos desejos carnais. Complexados motivos ressaltados por toda moral que nos separa dos mais horríveis animais. Brincadeiras indiretas e diretamente ligados a todos os desejos não falados mas desejados. A quem você quer enganar?

Diretamente focados em direcionar para o momento certo esse apelo incerto de desejar. Deixar quieto esse não só afeto de afetar. Safados mascarados por objetividade e complexidades banais. Animais sedentos por um par ao ar de “vamos deixar isso quieto”.

Fantástico mundo esse que ao meu lado atravessa uma devassa sedenta ou me apresenta qualquer um misterioso fogoso comum. Safados ilhados entre paredes e pensamentos altos, sozinhos ou em pares concedidos, safados.

Eita mundo doido esse que la no fundo vai tentar me dizer imundo que: “Não, eu não sou safado não, eu sou comum”.

Comente

Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *