Fazer planos?

 

Você cresce com essa indagação. Todo mundo exige de você uma plano para o futuro, não é não?

Tem um problema grande com esse conceito. Objetivos são coisas muito simples que só fazem você perder a o melhor da sua vida. Eu não consigo entender o por que vejo tanta gente perder tempo com o que de verdade vale tão pouco.

Essa semana prestei mais a atenção no que ouvi, mais do que de costume. De verdade, eu queria ouvir a perspectiva para o próximo ano e elas me foram apresentadas. Uns querem dinheiro, outros saúde ou casar, coisas clichês. De certa forma, três objetivos me balançaram, felicidade, liberdade e tempo. Não posso negar que se alguém tem como objetivo ser feliz, esse alguém tem um objetivo do caralho. Isso é trabalho pra vida toda e não da pra trabalhar sozinho e nem se consegue pouco.

Não faço planos a anos, eu vivo as vinte e quatro horas do meu dia, um km de cada vez. Se por acaso falarem que eu tenho um plano, dirão que eu uso minha liberdade para ter tempo de ser feliz, o resto é resto.

Me chamarão de simplista, mas eu quero o gosto solto e chocante do café das sete, a sensação do banco de couro gelado do meu carro, o bom dia baiano do meu pai, a lambida carinhosa do meu cachorro, a empresa lotada de trabalho. Eu não quero desesperado, quero acabar o dia cansado até as pontas dos dedos. Meu foco sou eu e meu objetivo é ser feliz. O resto é resto.

Comente

Leia mais