Infantilidades adultas

Em tempo de adultos por vocação, a infância se embolada e isola os anos de evolução. Ainda estamos aprendendo a usar a idiotice como explicação, e por isso, estamos ficando adultos tão cedo.

Compreendedores das dores e fatores que sempre assolam a vida alheia. Espertos, decrépitos, decadentes e ocupados de morrer. Adultos por vocação e erronios por deslise. Pessoas com grandes atitudes pequenas de se admirar por tanta infanto coerência ou carência de dizer depois que fez tudo sem pensar ou pelo azar do desequilíbrio.

Não se sabe ao certo a geração que inseriu, e se a mesma existiu de alguma forma a poder nos explicar agir como criança na esperança de resolver questões adultas. O único fator que não se esquece ou amadurece é esse de ainda querer deixar de existir como acriança tendo a esperança de ser um bom crescido.

Com mais idade intende-se a vaidade e perde-se os medos da verdade. Quem era pequeno e protegido, agora tem o gosto ardido de aturar seu só problema. Um bom adulto ainda mantem o ato varonil de sair de um dilema sendo e tendo a felicidade de quem com maturidade encara qualquer problema.

Adultos infantis existem aos montes e sempre reconhecemos os mesmos envolvidos e perdidos no mundo dos que sempre resolvem os problemas deles.

Comente

Leia mais