Aonde a vida é bela?

Aonde?

Se for para lembrar, que seja no fundo do cheiro do cabelo dela. Se for para regalia, que seja no abraço quente da segurança de um beijo que só ela dá. Se for para mostrar, que os vejamos nos sorrisos largos do infinito branco da luz dos incríveis motivos que ela inventa.

Para qualquer poeta, mora o belo no traço linear do explicado cantado das músicas de rima rápida. Para o amante, mora o belo no lado dos ecos de um gemido bom. Aonde mora o belo vive singelo motivo de temer perder. O belo é só a nossa visão particular dos desejos.

Viver é a beleza de ser feliz enquanto tudo que você quer estiver distante de ser conseguido. A vida é bela onde todos os motivos são explicados pelo jeito que olhamos o fim dos nossos dias.

Related Posts

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *