Carta a uma Ex

 

Cara, que coisa complicada de fazer.

Não tenho grandes coisas para falar, a culpa foi minha, eu fui um babaca e estraguei tudo. Me desculpa!

Agente não se da conta do quão grande é o buraco e o vazio que fica no lugar onde existia alguém que só te amava sem esperar nada de mirabolante. Nada ocupa mais o espaço que seu amor cavou na minha alma. Eu poderia dizer que chorei e que me arrependi e tudo mais. Nada que eu explique num texto vai fazer você entender a lagrima que corre sozinha no escuro das minhas muralhas. Não é o palpável ou o tangível que sufoca minha saudade. Eu morro em cada respiro que não tiro motivos de tentar explicar. Eu não sei mais o que amar.

É tudo muito exagerado, eu sei. Lendo você vai dizer que eu não superei ou que eu tenho que continuar e te deixar. Não é essa a questão. O problema real é essa culpa pontuda que cutuca meu ego. Caralho, que coisa difícil de fazer.

Ao homem que depois de você eu me tornei, nada de honroso eu tenho mérito. Lá onde eu dispensei o que você me deu, eu parei. Francamente eu não sei esquecer o amor que de você eu ganhei. Me desculpa, eu sei eu errei. Talvez você seja a única mulher que amei.

Related Posts

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *