Coragem para falar de amor

Não é nada rasgado, enfeitado ou poetizado como os textos de Camões, não!

Falo de pontadas no fundo do ego, de soldas que seguram as dores, de rumores que formam historias de sucesso. Falo de ir e voltar de dentro de alguém, de ser ou não ser importante para sempre. Falo das coisas que você não conta para não ter que dar satisfações para loucuras póstumas da sua vida. Falo de estradas de só ida!

Conto de forma complicada o que era para ser simples. Conto de forma diferente por ver que bem explicado não sabemos nem ser amados. Jeitos de existir são formas de alterar diariamente o medos de perceber a coragem que temos de amar e falar que o amor é tudo nos sobra depois de cansarmos de inventar solidão e autopromoção para enfeitar o fundo dos nossos desesperos.

Related Posts

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *