Musica e as mulheres

Ao “cult” que espera um declamador texto filosofal, espere mais, mas leia esse também.

Talvez ouçamos, nós homens, a música de forma diferente delas. Talvez elas transformem a música em algo diferente em nós. Não sei.

Me apaixonei por mulheres que dançavam e dancei paixões que mulheres tocaram em mim. A vida é assim. Elas nos encantam.

Das baladas eletrônicas e nos olhos fechados nos graves das caixas gigantescas do boom. Dos sonolentos alentos do forró calçado e valsado no braço alheio. Do funk negado e tatuado no sacolejado corpo escultural. Elas dançam.

Eu não estou aqui para criticar. Observador do tango “mirabolado” eu sou acalmado pelo som que também não me convêm. Sim, eu sou refém, elas dançam não para alguém como eu e você. Elas não ouvem o mesmo som. Toda mulher é muito mais que só mulher quando dança.

Related Posts

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *