Por que tantas preocupações?

 

Por que tantas?

Nunca antes pensantes tão árduos dos motivos e fardos de tanta labuta, tanta luta, tanto suor. Sempre a espreita de um erro, vigiamos o sucesso como quem entende o preço exato de perder a vida para ganhar a vida. Não, não sabemos não!

Preocupados em pagar, ter, ser, merecer e eternizar. Para que? Por que nos cobramos heróis? Por que nos cobramos preocupações?

Que tal uma alternativa paralela? Proponho racionalizar mais que se apaixonar pelos problemas. Ser um pouco mais dominante no lugar de ser um errante entregue ao acaso. Deixar de total descaso ao estreitar o caso conturbado que temos com a ganância ânsia de sermos o orgulho do mundo.

Que tal nos tornarmos a essência mais presente em nós, que tal retirar esse titulo de todas essas nossas preocupações? Será que conseguimos?

Related Posts

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *