Treinando idiotas

Do grego “idiótes” que significa “pessoa leiga, sem habilidade profissional”, por oposição àqueles que desenvolviam algum trabalho especializado.

Com todo o nosso descaso, não é por acaso que os idiotas se multiplicam. Por toda a nossa necessidade e vaidade, os temas nas conversas e as verdades inversas, tornam as besteiras certezas ditas sem importância nenhuma.

Objetivos absurdos, motivos pessoais aos quais ninguém se mete. Protegidos pelo lema em que “cada um cuida da sua”, damos um treinamento silencioso ao vaidoso idiota.

Temos o dever de sobrescrever as tolices do mundo. Temos, com toda razão, por vocação, que acertar o imundo motivo de ver um idiota treinando para ser um fracasso humano. Façamos esse nosso trabalho bem! Nos convêm!

Related Posts

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *