Você também pode estar errado

Explicar, Talvez esse o nosso maior desafio humano.

Quando momento de silêncio, de reflexão, explicativo torno eu qualquer coisa. Eu explico, formo o mito de folclorizar os raios do sol, assim como a física explicando o bemol fazendo você perceber apenas som.

Medo meu de não saber. Meu medo é reverter meu plano futuro com o rumo mais duro a se tomar na vida. Não sabendo eu só explico.

A cada “por que” em que eu não erro, a cada sintoma que eu não quero, apenas espero o próximo desafio. Espero colocar o preto no branco, afinal, ele é de lá!

Explicar é meu erro, se explicando eu não erro, transformo tudo que quero no meu maior erro também. Desculpe-me se um dia não expliquei isso muito bem, tudo bem?

Related Posts

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *